Alimentando o corpo e a mente

3 de outubro de 2019



Quem assistiu ao SOS Saúde dessa quarta (2/10), entre 18h e 20h, no Vegan Vegan, conferiu na prática o significado da expressão “medicina integrativa e complementar”. Porque a palestra da fisioterapeuta Valéria Rosa – com direito a exercícios físicos –revelou-se uma sequência natural daquilo que a nutricionista e chef do Vegan Vegan, Thina Izidoro, havia explicado minutos antes.

Enquanto Thina salientou que as articulações ficam mais frágeis na Primavera, conforme sinaliza há milênios a medicina chinesa, Valéria observou que de nada adianta fortalecer a musculatura em academias de ginástica se o encaixe dessas articulações não estiver acertado. A boa notícia é que isso é possível de ser feito com exercícios simples, que exigem apenas um pouco de disciplina.

Thina: as estações influenciam nossos órgãos e dão os alimentos que precisamos

A tabelinha entre a dietética chinesa e as terapias corporais fez as duas horas passarem voando.

Thina: “Segundo a medicina chinesa, toda estação tem uma cor predominante, uma energia do céu e outra da terra. Na Primavera, a cor é o verde, a energia do céu é o vento e a da terra a madeira, o que significa que esses serão aspectos mais sensíveis nesse período. Há, por exemplo, mais propensão a infecções transmissíveis pelo ar, como o terçol, enquanto as articulações, a madeira da nossa ‘árvore’, ficam mais frágeis.”

Valéria: “Organizar as alavancas do corpo é fundamental para todas as estações. O movimento do corpo lubrifica as articulações, solta as águas internas do corpo. Sem movimento, nossas alavancas ressecam.”

Valéria: os ossos estão vivos

Thina: “Entre os traços positivos da Primavera estão a assertividade, o raciocínio claro e rápido. Entre os negativos, estão a raiva e irritabilidade. Ambos estão relacionados ao fígado, um órgão quente que precisa de hidratação, especialmente na velhice.”

Valéria: “Quando falamos em osso, pensamos em algo seco, que está morto, mas segundo a terapia GDS Cadeias Musculares e Articulares, osso é água é vida, e está ligado também ao Inverno, conforme a medicina chinesa, como explicou a Thina. Por isso, ao trazer a consciência para os ossos, percutindo-os um pouco a cada dia, eu estou alimentando a madeira, ponto sensível na Primavera.”

Participantes percutem os próprios ossos

Thina: “Primavera é época de abraçar árvore, de comer pratos coloridos, levemente picantes, de evitar gelados mas também os pratos muito quentes.”

Valéria: “A prevenção aos problemas nas articulações começa na maneira como sentamos. Para manter a bacia alinhada e evitar problemas nos ligamentos dos joelhos, por exemplo, precisamos sentar em cima dos ísquios, esses ossos que mal conhecemos e que são tão importantes para o equilíbrio da nossa postura.”

Valéria: exercícios simples e diários podem prevenir problemas articulares

Thina: “Na Primavera, a dietética chinesa recomenda que evitemos o ácido, já presente no ar e intensificado pela energia do vento. Devemos investir no sabor picante, quente. Uma boa dica é o nabo: ele é picante e é ótimo para tirar a gordura do fígado.”

Thina: na Primavera, é bom evitar alimentos mais ácidos e abrir espaço para os picantes

Em breve, teremos uma nova edição do SOS Saúde. Quem sabe na próxima essa dobradinha se repete, para falar das relações entre o universo macro (natureza, estações do ano) e o micro (nosso corpo, nossos hábitos diários e nossa alimentação)? Com certeza, todos sairão bem alimentados, como aconteceu ontem.

ESCRITO POR

Vegan Vegan

Criado em 2004, o Vegan Vegan é mais que um restaurante 100% vegetariano. É também um espaço para debater a alimentação vegana, seus princípios e benefícios para a saúde.



Leia também: